sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Rana perezi









Olhando, na Ribeira do Alportel, a Rã verde (Rana perezi).
Trata-se de um anfíbio, com olhos proeminentes, com pupila horizontal, íris dourada, possuindo uma linha vertical verde clara.
Vai hibernar de Novembro a Março.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Ruas de Alcoutim







Ruas de Alcoutim
                                  calçadas com pedras da ribeira
saudosas de aloendros
                                           Por  isso por qualquer greta
brotam plantas vagabundas
                                                   filhas de pai incógnito
nascidas de uma semente desgarrada trazida  pelo vento
dessas que só à noite entregam plenamente ao ar
seu recôndito perfume

                                      Teresa Rita Lopes, O Sul dos meus Sonhos













quinta-feira, 18 de outubro de 2012

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Recordando Manuel da Fonseca (15.10.1911 - 11.03.1993)




Antes que seja tarde


Amigo,
tu que choras uma angústia qualquer
e falas de coisas mansas como o luar
e paradas
como as águas de um lago adormecido,
acorda!
Deixa de vez
as margens do regato solitário
onde te miras
como se fosses a tua namorada.
Abandona o jardim sem flores
desse país inventado
onde tu és o único habitante.
Deixa os desejos sem rumo
de barco ao deus-dará
e esse ar de renúncia
às coisas do mundo.
Acorda, amigo,
liberta-te dessa paz podre de milagre
que existe
apenas na tua imaginação.
Abre os olhos e olha,
abre os braços e luta!
Amigo,
antes da morte vir
nasce de vez para a vida.

Manuel da Fonseca, in "Poemas Dispersos"


Recordando mais uma vez o escritor Manuel da Fonseca no aniversário do seu nascimento .

sábado, 13 de outubro de 2012

Passeando




Aproveitando uma saída de campo à Barragem do Pereiro e à charca do Lotão, fizemos um desvio até Alcoutim.
Numa tarde soalheira de Outubro , olhando o grande Rio do  Sul, o Guadiana em Alcoutim.


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Recordando Pavarotti ( 12.10.1935 - 06.07.2007)


Recordando o grande tenor Luciano Pavarotti na data do seu nascimento.
Aqui interpretando superiormente a Ave Maria de Schubert.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Utetheisa pulchella






Olhando a Utetheisa pulchella da família Arctiidae.
Trata-se de uma borboleta nocturna com hábitos diurnos.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Argiope trifasciata




Olhando a aranha Argiope trifasciata da família Araneidae e vulgarmente conhecida por Tecedeira listada.
Trata-se de uma aranha que permanece no centro da teia à espera de presas. Quando um insecto fica preso, rapidamente é imobilizado por envolvimento em seda, mordido e injectado um paralisante veneno.
Podem ser encontradas em ervas secas a meio metro de altura, quando se encontram incomodadas, deixam-se cair para o chão, são inofensivas,  a sua picada apenas tem dor localizada tipo picada de mosquito.


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

O PEGO DA RIBEIRA

                                                             Pego da Ribeira de Cadavais




No pego da ribeira
                                  agora uma praia a valer
havia cobrinhas de água
                                           E as moças de Alcoutim
                                            cantavam:
As cobrinhas de água
são minhas comadres
quando lá passares
dá-lhes saudades
                                 E às vezes dançavam
                                 ao som do canto:
Dá-lhes saudades
saudades minhas
quando lá passares
ao pé das cobrinhas
                                    O cais novo era o sítio preferido
                                     para estes improvisados bailes:
Ao pé das cobrinhas
lá ao pé dos peixes
Só te peço amor
que nunca me deixes 
                                       No cais novo havia uma buganvília
                                        e os ramos balançavam felizes
                                        ao ritmo do canto e da dança:
Que nunca me deixes
Deixar-me-ás ou não
Anda cá amor
do meu coração

                                           Teresa Rita Lopes, O Sul dos meus Sonhos    





quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dia Mundial do Animal






A data foi escolhida em 1931 durante uma convenção de ecologistas em Itália (Florença).
A escolha teve em conta o 4 de Outubro ser o dia de São Francisco de Assis, o padroeiro dos animais.
Olhando os animais de estimação  domésticos, a Anya e o Jacky.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Lampides boeticus








Olhando a  Lampides boeticus, trata-se de uma pequena borboleta da família Lycaenidae.
Comum, distingue-se pela banda branca na face inferior da asa, prefere locais quentes, normalmente encontra-se junto de leguminosas, neste caso foi na physalis do meu jardim.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Provérbios sobre Lua Nova



"Lua nova calada, porta trancada."

"Lua nova setembrina, sete meses determina."

"Lua nova trovejada, trinta dias é molhada."

"Não há entrudo sem lua nova, nem páscoa sem lua cheia."

 “Da lua nova arrenego, mas com cheia me alegro.”

 “Lua nova e lua cheia, preia-mar às duas e meia.”

“Mais vale uma lua nova que duas velhas.”

"Lua nova, muita rama e pouca abóbora."

"Lua nova trovejada, ou bem seca ou bem molhada"